Páginas

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Um roteiro com os faróis que iluminam Alagoas... ...e são inspiração para músicas e poesias

Fonte:http://gazetaweb.globo.com

JANAYNA ÁVILA - Repórter

Eles costumam ser úteis apenas para as embarcações, mas quem mora em Alagoas e cultiva os laços afetivos com o Estado costuma vê-los como ícones da nossa paisagem. Uma prova dessa importância dos faróis, cuja função é guiar quem navega, é o fato de que eles estão não apenas na nossa história, mas também na literatura e na música. Poemas do alagoano Lêdo Ivo fazem referência às águas negras da noite de Maceió, iluminadas pelos faróis marítimos. Até um dos mais tradicionais bairros da cidade, situado na parte alta da capital, recebeu seu nome em homenagem à presença, no passado, de um farol, no local que hoje abriga o Mirante de São Gonçalo.
Além de Lêdo Ivo, outro alagoano ilustre inspirado na presença marcante desse instrumento na geografia local é o cantor e compositor Djavan, que cita, na canção Alagoas, o bairro situado na parte alta da capital: “Eu fui batizado na capela do Farol/ Matriz de Santa Rita, Maceió”.
###

CORURIPE
Localizado no Pontal de Coruripe, Litoral Sul de Alagoas, a cerca de duas horas de Maceió, o Farol Coruripe, como foi batizado pela Marinha, tem faixas pretas e brancas dispostas horizontalmente. Cercado por bares e restaurantes que servem uma culinária à base de frutos do mar, visitar o farol que ilumina uma das mais belas regiões do litoral alagoano é também uma boa oportunidade para conhecer o artesanato do Pontal, com cestaria da palha do ouricuri.
###

  PONTA VERDE
Segundo informações da Capitania dos Portos de Alagoas, o Farol Ponta Verde é o limite entre os dois bairros mais badalados da orla maceioense: Ponta Verde e Pajuçara. Num mar calmo, de águas azul-berilo, ele tem faixas vermelhas e brancas e faz parte, definitivamente, da paisagem de Maceió. Para chegar até ele é só esperar uma maré baixa. Mas, vá com sandálias de borracha: as pedras e os ouriços podem machucar os pés.
###

JACINTINHO
Ele é tão presente na paisagem local que recebeu o nome da capital alagoana. O Farol Maceió fica na Rua Campo Alegre, no Jacintinho, e foi inaugurado em 1951. É o único que tem losangos pretos e brancos. Quem agenda a visita pode subir até ao setor, que guarda lâmpadas e defletores (o farol, propriamente). Terá que “vencer” 133 degraus numa escada caracol, mas vale cada passo: de lá, tem-se uma vista privilegiada da cidade.
###

PORTO DE PEDRAS
O acesso ao Farol Porto de Pedras não é tão fácil, mas chegando até lá se tem uma vista do Rio Manguaba e de toda a região que forma a Costa dos Corais. Construído em 1940, visitá-lo é também uma forma de conhecer a história de Alagoas, já que a região guarda episódios como a “traição” de Calabar e a passagem de portugueses e holandeses pelo norte do Estado. A estradinha de paralelepípedo que leva até o farol fica ao lado da antiga Cadeia Pública, no Centro.
###

AGENDE SUA VISITA!
CAPITANIA DOS PORTOS DE ALAGOAS
Fone: 3215-5800
///



Coruripe: Como o farol fica na praia mesmo, não precisa agendar hora para apreciá-lo de perto. 
Foto: Gilberto Farias - Arquivo GA

Lighthouse, Leuchtturm, phare, faro, منارة , Mnārh, маяк, 灯塔 , Dēngtǎ, deniz feneri, fener, mercu suar, menara api, فانوس دریایی, چراغ خانه, برج فانوس دریایی , փարոս, çıraq, φάρος, hải đăng, ประภาคาร, 灯台, Tōdai, रोशनी, brazilian lighthouses,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...