Páginas

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Race Rock Lighthouse Race Point, NY

Leuchtturm, phare, faro, منارة , Mnārh, маяк, 灯塔 , Dēngtǎ, deniz feneri, fener, mercu suar, menara api, فانوس دریایی, چراغ خانه, برج فانوس دریایی , փարոս, çıraq, φάρος, hải đăng, ประภาคาร, 灯台, Tōdai, रोशनी, 

quinta-feira, 4 de julho de 2013

O Farol Divino


Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte… —Mateus 5:14 


O Farol do Ponto da Missão foi construído em 1870 numa península ao norte de Michigan, EUA, para alertar os navios sobre os bancos de areia e costas rochosas ao longo do Lago de Michigan. Seu nome provém de outro tipo de farol, uma igreja missionária que fora construída 31 anos antes.
Em 1839, Peter Dougherty tornou-se pastor de uma igreja na Antiga Missão que era composta por americanos nativos que moravam mais afastados, no sul da mesma península. Sob sua liderança, uma próspera comunidade de fazendeiros, professores e artesãos trabalharam lado a lado para construir uma vida melhor para a comunidade.
Quando os cristãos se unem para trabalhar, a sua fé brilha no mundo de trevas (Filipenses 2:15-16). Jesus disse, “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte […] Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5:14-16).
O Farol do Ponto da Missão alertava os navios sobre o perigo, mas originalmente a igreja da Antiga Missão dava orientação espiritual a todos os que quisessem ouvir. Os cristãos fazem o mesmo individualmente e por intermédio de nossas igrejas. Somos o farol de Deus porque Jesus habita em nós.
Os cristãos, quando suas vidas brilham, ajudam os perdidos a encontrar o caminho para casa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...